• JPIC-CMF

Natal ou pura subversão

A reflexão deste mês, não pode ser outra que sobre o Mistério do Natal: Deus que se faz homem.


Quando fala Natal, a maioria pensa logo em casas enfeitadas, luzes a piscar, sinos a replicar, mesa farta, na árvore ouro, incenso e mirra, Papai Noel e presépios a enfeitar lojas e jardins, vinho e o tilintar das taças! Todos a festejar o Natal extrovertido, mas esquece do sentido profundo deste mistério de Deus que se faz homem, não na ostentação, no espetáculo e na fama, mas entre os

marginalizados e desprezados pela sociedade.


O Natal, como diz Helder Câmara, é antes de tudo

um “ato de subversão”:

– “Um menino pobre;

– Uma mãe 'solteira';

– Um pai 'adotivo';

– Quem assiste seu nascimento é a ralé da sociedade (pastores);

– É presenteado por gente 'de outras religiões' (magos, astrólogos);

– A 'família' tem que fugir e viram refugiados políticos;

– Depois volta e vai viver na periferia...”


“Deus não escolheu estar entre os ricos, latifundiários, banqueiros e poderosos, mas junto aos explorados e insignificantes. Aqueles por quem ninguém se interessa, são os que mais interessam a Deus. Nenhuma forma de discriminação se justifica diante desta criança que nasce em Belém. O Natal inaugura uma ruptura do círculo diabólico da discriminação. Todos os condenados pela sociedade ou pela Igreja devem alegrar-se com essa mensagem. Deus nunca os abandona. Só uma Igreja que entendeu o sentido do Natal tornará Deus presente neste mundo. Quando todo povo for tratado com dignidade e respeito então haverá Natal! Voltemos a Belém. Voltemos às raízes do cristianismo. Que as cantigas e os sinos de Natal não eliminem a mensagem revolucionária do menino Jesus. Ele, que não dorme em paz, nos desperte do sono da hipocrisia e da indiferença”( Élio Gasdo. In domtotal.com).


Feliz subversão!


O sangue dos mártires é semente dos cristãos

15/12/ 1975 Daniel Bombara, membro da JUC, mártir dos universitários comprometidos com os pobres na Argentina

23/12/1989 Gabriel Maire, padre francês, assassinado em Vitória, Brasil, por sua opção pelos pobres.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Neste domingo (26/06), é celebrado o Dia Internacional de luta contra a tortura. A data foi criada em 1997 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo combater práticas de tortura e t