• JPIC-CMF

Educar para a fraternidade. Fraternizar pela educação.

Fraternidade e Educação é o tema da Campanha da Fraternidade (CF) deste ano. “Trata-se de uma Campanha da Fraternidade em forte linha de continuidade com os temas que nos vêm sendo propostos pelo menos desde 2018, quando éramos convidados a encontrar caminhos para a superação da violência. Esses caminhos passam por políticas públicas (CF 2019), fundados na ética do cuidado (CF 2020), em profunda atitude de diálogo (CF 2021)”.

De fato, como nas outras campanhas, a sociedade brasileira é convidada a “redescobrir caminhos para uma reconstrução que não é parcial, mas global; que não atinge somente alguns aspectos, mas que deve chegar às raízes do modo como pessoas e povos compreendem e organizam a totalidade da vida”. Pois “o mundo de nosso tempo precisa encontrar caminhos para se reconstruir, ouvindo os clamores dos vulneráveis em uma casa comum cada vez mais vulnerabilizada” (CF 2022). Esse caminho pode ser encontrada pela educação.


É o que propõe a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) ao juntar educação à fraternidade. A CNBB quer relembrar a importância da educação para construção de uma sociedade fraterna. Se uma sociedade fraterna é uma sociedade em que existe o respeito, a acolhida de cada pessoa, principalmente dos mais vulneráveis, o cuidado e a proteção do meio ambiente, a luta pela justiça e paz, “nada disso, entretanto, poderá ocorrer se não se considerar a importância da educação: educarmo-nos para o cuidado dialogal, nas relações interpessoais, e para o compromisso socioambiental; educarmo-nos

para a redescoberta das motivações mais profundas ao próprio ato de educar” ( Texto de Base, CF 2022).


A educação é um elemento fundamental para construirmos uma sociedade em que a fraternidade permeia todas as relações. Educar é trilhar o caminho da fraternidade, mas também viver a fraternidade é uma forma de educar. Educação e Fraternidade estão assim intimamente ligadas. Vivamente que essa CF 2022 contribua para valorização da educação como meio para a construção de uma sociedade brasileira mais fraterna.


Mbaidiguim Djikoldigam, JPIC CMF-Brasil


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Neste domingo (26/06), é celebrado o Dia Internacional de luta contra a tortura. A data foi criada em 1997 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo combater práticas de tortura e t