Buscar
  • JPIC-CMF

Dia 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos

Hoje, dia 10 de dezembro, o mundo inteiro celebra o Dia Internacional dos Direitos Humanos. A data faz memória da Declaração Universal dos Direitos Humanos assinada por mais de 50 Estados e Nações no dia 10 de dezembro de 1948 em Paris. Segundo os signatários, a Declaração deve servir

de base como “o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações”, ou seja, é um instrumento para regular as relações em termos de Direitos entre as Nações e entre os indivíduos, no intuito de evitar que a humanidade recaia nas atrocidades iguais as vívidas nas duas guerras mundiais. Embora se possa perceber alguns progressos no tocante ao respeito a dignidade humana desde 1948, ainda falta muito a ser feito para que esse ideal contido na Declaração seja alcançado efetivamente. Com efeito, "a solene proclamação dos direitos do homem é contradita por uma dolorosa realidade de violações, guerras e violências de todo tipo, em primeiro lugar os genocídios e as deportações em massa, a difusão quase que por toda a parte de formas sempre novas de escravidão quais o tráfico de seres humanos, as crianças soldados, a exploração dos trabalhadores, o tráfico de drogas, a prostituição: «Também nos países onde vigoram formas de governo democrático, nem sempre estes direitos são totalmente respeitados»" (Compêndio da Doutrina Social da Igreja n.158)

Por isso, a data de hoje, além de ser uma oportunidade para celebrar essa " pedra miliária no caminho do progresso moral da humanidade" ( João Paulo), é também uma ocasião para pedir mais respeito à dignidade de cada ser humano. "A Igreja, cônscia de que a sua missão essencialmente religiosa inclui a defesa e a promoção dos direitos fundamentais do homem, «tem em grande apreço o dinamismo do nosso tempo que, em toda parte, dá novo impulso aos mesmos direitos ». A Igreja adverte profundamente a exigência de respeitar dentro do seu próprio âmbito a justiça e os direitos do homem"(159). Portanto, é missão de cada seguidor de Jesus Cristo se empenhar para que cada ser humano tenha " vida e a vida em abundância".

Mbaidiguim Djikoldigam -JPIC CMF Brasil

47 visualizações0 comentário
  • w-facebook

© 2023 por Centro VIDA. Orgulhosamente criado com Wix.com