MISSIONÁRIOS CLARETIANOS DA AMÉRICA

 

 

 

"Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus!

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus!” (MT,5)

                                                                               

Felizes por termos nos reunidos em Sasaima, Colômbia, de 7 a 13 de outubro, onde concluímos a reunião do nosso II Encontro de Solidariedade e Missão - MICLA.

 

Queremos destacar, em primeiro lugar, a participação de todos os nossos organismos da América, os Missionários Claretianos, os leigos e leigas em um número muito significativo. Nós enfatizamos especialmente a participação dos jovens.


Agradecemos as contribuições e incentivo do Pe. Vincent Anes, Secretário Geral da JPIC e membro da equipe de Solidariedade e Missão da Congregação, presente durante todos esses dias no encontro. Agradecemos também a carta que recebemos do Padre Geral, Mathew Vattamattan, com palavras de encorajamento e de orientações, um chamado a permanecer entre aqueles que mais sofrem em nosso continente, no estilo de Santo Antônio Maria Claret.

 

Cheio de alegria por termos dado vida e testemunho a esta opção íntima e prioritária para o MICLA, pois é Solidariedade e Missão a nossa prioridade continental, Direitos Humanos, Migrações e Extrativismo, fizeram parte da nossa agenda de trabalho e sentimos que estão tomando forma e renovando compromissos. Sabemos que as migrações forçadas, o extrativismo e os ataques contra os direitos humanos respondem a sistemas onde o poder e o lucro estão acima do respeito à Mãe Terra e à vida das pessoas e dos povos. A Carta Pastoral do CELAM nos adverte: "Discípulos Missionários Custodiais da Casa Comum. "Estamos preocupados com a lógica econômica imposta por esse paradigma tecnocrático que se baseia no princípio de que toda atividade humana não tem outro propósito além de produzir e consumir".


Nós destacamos o seguinte:

 

  • Em relação aos direitos humanos, o acompanhamento das vítimas da violência que a Corporação Claretiana "Norman Pérez Bello" está realizando na Colômbia e as propostas relacionadas com a defesa dos direitos das mulheres e povos indígenas que fazemos em vários lugares deste continente.

 

  • Quanto às migrações, já sentimos que estamos agindo diante dessa realidade em toda a América. Agora, países como Costa Rica e Colômbia também estão convocando e solicitando nossos esforços para ajudar os migrantes e refugiados que entram nestes países.

 

  • Em relação ao Extrativismo, saudamos as lutas e resistências das comunidades do centro e do sul do continente, articuladas na Rede "Igrejas e Mineração", e queremos ter consciência do Sínodo da Amazônia.

 

 

50 anos depois da Conferência de Medellín e na véspera da canonização de monsenhor Romero, pudemos acompanhar nosso encontro com momentos de espiritualidade multicultural, martírio frutífero e aprofundamento das realidades enquanto América. Recebemos um testemunho direto de parentes de vítimas de violência na Colômbia, um povo que continua ansioso pela efetiva conquista da paz.

 

Durante esses dias, trabalhamos na projeção de linhas de ação para os próximos dois anos nas áreas de JPIC, PROCURAS, PROCLADE e VOLUNTARIADO. Aspiramos que cada Organismo concretize estas linhas nas ações pastorais de suas comunidades e, de maneira especial, com as novas gerações.


Daqui queremos mostrar a nossa proximidade e incentivar a solidariedade das nossas organizações com o povo de toda família claretiana que nestes momentos de grande dificuldade, acompanham os povos da Venezuela e da Nicarágua.


Temos uma nova equipe para animar no MICLA essas prioridades de Solidariedade e Missão. Nossa gratidão à equipe que terminou seu mandato e nosso convite para darmos todo o apoio a esta nova equipe, para que possa realizar suas tarefas de animação e organização.

 


Finalmente, agradecemos a hospitalidade e acolhida da Província da Colômbia Oriental - Equador e todo o pessoal da Casa de Convivência "Las Mercedes", que fez com que sentíssemos em casa.


Damos graças ao Deus da vida e dos povos, caminhando com Maria, uma mulher solidária de coração, "nas estradas da América e de toda a América"

 

 

Centro de Convivência “Las Mercedes”

Sasaima, Colombia, 13 de octubre de 2018

  • w-facebook

© 2023 por Centro VIDA. Orgulhosamente criado com Wix.com